início do conteúdo

Ações de Extensão do IFMT de Campo Novo do Parecis no enfrentamento à pandemia da Covid-19

Publicado por: Campus Campo Novo do Parecis / 20 de Maio de 2020 às 11:55

Nesse momento de crise mundial, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), está promovendo ações extensionistas para mitigar os efeitos da pandemia do Covid-19 no estado.

Dentre as ações, lançou o Edital nº 47/2020 da Pró-Reitoria de Extensão do IFMT, no qual o campus Campo Novo do Parecis aprovou três projetos, que, segundo o edital, serão financiados pelo SETEC/MEC. Nesses projetos, professores e técnicos administrativos do IFMT estão propondo a realização ações que contribuem para o enfrentamento dos efeitos da pandemia.

Segundo o Coordenador de Extensão do campus, Pedro Gabriel G. B. de Souza, desde março deste ano, o IFMT tem contribuído com a comunidade por meio de diversas ações como a produção de álcool gel, reparo de respiradores, lavatórios móveis, assistência técnica para empresários, combate ao sedentarismo, dentre outros. “Chegou a vez do campus Campo Novo do Parecis fazer a diferença na nossa região”, disse confiante.

O Coordenador complementa, salientando que, foram aprovados três projetos de extensão, com foco no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (a Covid-19), capitalizando um montante de R$ 44.009,00 para produção de álcool 70% glicerinado, sabão líquido e máscaras para a comunidade e lençóis e capotes (jalecos) para atender as unidades de saúde do município.

Conheça os projetos:

PRODUÇÃO DE SABÃO A PARTIR DO ÓLEO DE FRITURA COMO AÇÃO PREVENTIVA DO COVID-19 NO IFMT CAMPUS CAMPO NOVO DO PARECIS

Ginia Brito de Lima

Equipe: Ginia Brito de Lima, Carlos Henrique Correa dos Santos, Wellington Rodrigues de Albuquerque, Iusseny do Nascimento Soares Souza e Gabriela Santos Borges da Silva

Resumo: Uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus (COVID-19) indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é lavar as mãos com água e sabão. O sabão, por ser uma substância que quebra a gordura, consegue destruir o envelope viral, parte externa do vírus composta justamente por gordura, matando esses organismos. Já a produção de sabão a partir de óleo de fritura, além de diminuir os impactos ambientais causados pelo descarte inadequado de resíduos, apresenta a vantagem de ser economicamente viável, gerar menos resíduos e lixo e tem potencial econômico para comercialização. Sendo assim, este projeto tem como objetivo produzir sabão a partir de óleo de fritura gerado pelo refeitório do Instituto Federal do Mato Grosso, campus Campo Novo do Parecis, para uso dos servidores e dos discentes nas instalações do campus, como medida para o combate e controle da contaminação pelo vírus COVID – 19, além disto, pretende-se implantar um sistema de coleta de óleo de fritura envolvendo a comunidade, doando sabão líquido aos membros da comunidade externa que levarem óleo para o projeto. E por fim, serão ofertados periodicamente minicursos de produção de sabão para a comunidade, fornecendo assim à sociedade soluções técnicas e tecnológicas de baixo custo, diante do cenário de saúde pública do país, contribuindo significativamente para o atendimento às comunidades mais carentes bem como prover ações efetivas no combate à transmissão do coronavírus.

LAÇOS DE AFETO, UNIDOS CONTRA A COVID-19

Pedro Gabriel Gomes Borges de Souza

Equipe: Carla Aparecida Londero Azambuja e parceria com o Serviço de Ação e Capacitação Social

Bem Viver (SACS Bem Viver) e costureiras voluntárias de Campo Novo do Parecis.

Resumo: O projeto Laços de Afeto tem o objetivo de arrecadar doações, adquirir insumos, captar parceiros, produzir e distribuir máscaras de tecido para a comunidade em situação de vulnerabilidade socioeconômica e aventais e lençóis descartáveis para a rede pública de saúde, além de orientar a população sobre os cuidados com a higiene e como fazer a limpeza e sanitização de suas máscaras. O projeto é realizado em Campo Novo do Parecis e produziu até o dia 16 de abril 700 máscaras, 183 jalecos, 77 lençóis com a ajuda e colaboração de 17 costureiras voluntárias, o qual pretendemos ampliar para 30 voluntárias(os) para produzir pelo menos 2.000 máscaras, 400 jalecos e 200 lençóis até o encerramento do projeto. Inicialmente será feita a aquisição dos insumos ou o recebimento dos materiais doados, que serão separados, cortados e distribuídos semanalmente para as costureiras, na semana seguinte eles serão coletados e uma nova quantidade de matéria-prima é deixada, respeitando a capacidade de produção de cada voluntária(o) costureira(o). Após o recolhimento será feita a sanitização dos materiais com solução de sabão e água sanitária, que são enxaguadas, secados e condicionados em embalagens plásticas com as recomendações de uso, higienização e descarte (para os descartáveis). Espera-se com a realização desse projeto, contribuir com a comunidade campo-novense no enfrentamento e combate a Covid-19 e sobretudo, oferecer meios de proteção para as camadas mais vulneráveis e atender o que preconiza a lei estadual que obriga o uso de máscaras do município.

PRODUÇÃO DE ÁLCOOL 70% GLICERINADO NO IFMT - CAMPUS CAMPO NOVO DO PARECIS PARA DOAÇÃO A HOSPITAIS E ÓRGÃOS PÚBLICOS

Iusseny do Nascimento Soares Souza

Equipe: Ginia Brito de Lima, Carlos Henrique Correa dos Santos e Wellington Rodrigues de Albuquerque

Resumo: Diante deste cenário que se implantou no país nos últimos meses, mudanças nos hábitos de consumo e a busca intensiva pelo álcool gel 70% fez com que o produto ficasse em falta em praticamente todos os supermercados e farmácias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o álcool é indicado na prevenção do COVID-19, e somado a isto a necessidade de adotar medidas que forneçam à sociedade, soluções técnicas e tecnológicas de baixo custo, diante do cenário de saúde pública do país, O Instituto Federal de Mato Grosso, Campus Campo Novo do Parecis, em ação conjunta com a Prefeitura produzirá álcool 70% glicerinado para distribuição gratuita em órgãos públicos e unidades de saúde do município. O processo de preparação do álcool líquido será realizado, no IFMT Campus Campo Novo do Parecis com o envolvimento de profissionais da área de Química e de docentes pesquisadores responsáveis pelos laboratórios do campus. Estima-se produzir pelo menos 1.000 litros de álcool 70% glicerinado.

Carla Londero – Ascom IFMT Campus Campo Novo do Parecis

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis

(65) 3382-6200

MT 235 Km 12, s/n - CEP: 78360-000

Campo Novo do Parecis/MT