início do conteúdo

IFMT aprova criação do núcleo incubador CampoTEC em Campo Novo do Parecis

Publicado em: Reitoria / 3 de Janeiro de 2018 às 17:46

Apoiado na Resolução do Conselho Superior nº 84/2017 de 28 de setembro de 2017, que regimenta a Ativa Incubadora de Empresas do IFMT e institui regras e procedimentos para a institucionalização dos núcleos incubadores nos campi, o campus Campo Novo do Parecis sai na frente com a criação do CampoTEC, o primeiro núcleo incubador entre os 19 campi de Mato Grosso. A Pró-Reitoria de Extensão (Proex), por meio do Conselho Deliberativo da Ativa, aprovou a proposta em dezembro passado.

Para 2018, a meta é aumentar em 20% a presença e a atuação dos núcleos incubadores nas unidades do IF no estado. O edital para a criação dos núcleos incubadores está aberto até dezembro deste ano. “Analisamos essa primeira proposta de criação de um núcleo incubador em Campo Novo e o Conselho da Ativa aprovou. Esperamos que mais projetos sejam submetidos ao longo do ano para que novos núcleos incubadores possam ser implantados em outros campi”, afirmou o pró-reitor Marcus Taques.

“A instalação dos núcleos incubadores possibilita a promoção do empreendedorismo, a inovação e o apoio ao arranjo produtivo local. Essas são ações que cumprem a missão, a visão e os valores do instituto, ampliam nossa visibilidade nas comunidades onde estamos inseridos e atendem as funções de promoção da educação científica, tecnológica e de inovação”, defendeu o pró-reitor.

Responsável por propiciar aos alunos, servidores e à sociedade (comunidade, setor produtivo, segmento empresarial, egressos) um ambiente adequado à criação, ao desenvolvimento e à consolidação de empreendimentos inovadores, o NI CampoTEC será um polo de estímulo à inovação e ao empreendedorismo.

“O núcleo atuará na prospecção e apoio a empreendimentos para pré-incubação e incubação. Será um ambiente de agregação da comunidade local pois ofertará serviços e estreitará relacionamentos. E oferecerá suporte à evolução dos empreendimentos inovadores pelo uso de tecnologias e métodos de gestão estratégica e operacional, contribuindo de forma mais direta para o desenvolvimento regional,” destacou o diretor do campus, Fábio Luís Bezerra.

Pelo projeto, os empreendimentos inovadores, seus produtos, processos ou serviços devem ter ligação com as áreas de atuação do campus e com as necessidades e potencialidades dos elementos do arranjo produtivo local. O foco será em iniciativas que ofereçam desenvolvimento tecnológico e/ou social a toda a região.

O núcleo promoverá um diálogo interinstitucional, com vivências e qualificações nos temas do empreendedorismo, das relações com o mundo do trabalho (como empregados e/ou empregadores), das possibilidades do desenvolvimento da economia solidária, do desenvolvimento tecnológico e da inovação. Durante os processos de pré incubação, atuará em consonância com pesquisadores do IFMT e outras instituições, para assessorar os empreendimentos para o desenvolvimento de tecnologias e serviços inovadores e promover a interface ensino-pesquisa-extensão-inovação.

As parcerias e a transferência de tecnologia são outras ações essenciais para que o núcleo inovador atinja seu propósito. Assim, buscar alianças com empresas estabelecidas e promover a cultura de inovação por meio de ações referentes a propriedade intelectual também estão entre os seus objetivos.

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis

MT 235 Km 12, s/n - CEP: 78360-000

Campo Novo do Parecis/MT